UEA - UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS
Segunda, 15 de outubro de 2018
Institucional
Estrutura Curricular
> INTEGRALIZAÇÃO: MESTRADO EM CIÊNCIAS HUMANAS
QUADRO ESQUEMÁTICO DE INTEGRALIZAÇÃO 2018
Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas - PPGICH

> DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS
EPISTEMOLOGIA DA PESQUISA INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS HUMANAS
Ementa: As teorias do conhecimento como suporte para a discussão e o exercício da interdisciplinaridade. Reflexividade acerca da criação de um novo paradigma científico. Métodos de pesquisa em Ciências Humanas. Reestruturações teóricas baseadas na integração interdisciplinar. Pensar a cultura numa perspectiva interdisciplinar.
ESTÁGIO E DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR I
Estrutura e Funcionamento do Ensino Superior. História do Ensino Superior no Brasil. Formação do professor universitário e suas implicações nos processos de ensino e aprendizagem. Ensino, pesquisa e extensão na Universidade. A sala de aula e a organização do trabalho pedagógico. Planejamento e avaliação no ensino superior. Elaboração do Plano de estágio supervisionado. Seminário de avaliação do estágio supervisionado.
SEMINÁRIO DE MÉTODOS E TÉCNICAS DE PESQUISA EM CIÊNCIAS HUMANAS
Introdução às principais metodologias e técnicas de pesquisa em ciências humanas. Pesquisas quantitativas, censo e survey; pesquisas qualitativas na sociologia; etnografia; história oral e história de vida; pesquisa documental e a crítica dos arquivos; cartografia; pesquisas participantes; crítica literária e de arte.
SEMINÁRIO DE ORIENTAÇÃO E SUPERVISÃO DE PESQUISAS EM CIÊNCIAS HUMANAS I
Leituras orientadas às pesquisas desenvolvidas na forma de Dissertação de Mestrado. Socialização de pesquisas orientadas por um mesmo docente ou por grupos de docentes vinculados a uma mesma linha de pesquisa. Encontros individuais para orientação. Encontros em grupo para orientação. Seminário de socialização de pesquisas. Preparação e revisão de texto com vistas à Qualificação de Dissertação de Mestrado. Qualificação de Mestrado.
SEMINÁRIO DE ORIENTAÇÃO E SUPERVISÃO DE PESQUISAS EM CIÊNCIAS HUMANAS II
Leituras orientadas às pesquisas desenvolvidas na forma de Dissertação de Mestrado. Socialização de pesquisas orientadas por um mesmo docente ou por grupos de docentes vinculados a uma mesma linha de pesquisa. Encontros individuais para orientação. Encontros em grupo para orientação. Seminário de Dissertações em Andamento. Preparação e revisão de texto com vistas à Defesa de Dissertação de Mestrado. Defesa de Dissertação de Mestrado.
TÓPICOS EM TEORIAS DA CULTURA
Estudos interdisciplinares sobre cultura. Conceitos de cultura revisitados. Discussão sobre os conceitos de cultura e suas especificidades: etnocentrismo, evolucionismo, relativismo, hibridização, aculturação, transculturação, invenção. Cultura popular e cultura erudita; cultura de massas e cultura de elite, intermidialidade e interculturalidade. O lugar dos estudos culturais no âmbito dos estudos da cultura.
> DISCIPLINAS ELETIVAS
CONHECIMENTOS, PRÁTICAS TRADICIONAIS E APRENDIZAGEM
Produção de conhecimentos tradicionais e sua reprodução a partir da aprendizagem entre povos indígenas, extrativistas, ribeirinhos na Amazônia. Perspectivas que tratam a aprendizagem como um fenômeno difuso que ocorre a partir das práticas sociais. Apresentação de estudos teóricos e etnográficos das práticas ambiental e socialmente situadas de produção e reprodução do conhecimento.
CULTURA E NATUREZA
Abordagens clássicas e contemporâneas dos conceitos de cultura e natureza. Natureza e cultura: a produção da natureza. Meio ambiente como elemento da cultura e da natureza. Crítica aos dualismos natureza/sociedade e cultura/meio ambiente. Sociologia e Racionalidade Ambiental; Ecodesenvolvimento e outras Alternativas de usos da Natureza. Sociedades e configurações de territórios e meio ambiente. Modos de vida, regimes locais de território e processos políticos diversos.
CULTURA E PODER
Representações culturais e o estabelecimento de hegemonias em âmbito doméstico ou internacional. Mecanismos de representação empregados por bens culturais como literatura, cinema e música. Recepção dos bens culturais pela crítica à luz de um instrumental teórico transdiciplinar de cariz desconstrutor. A consolidação de hegemonias por meio da cultura. Relações simbólicas de poder. A política-teatro.
CULTURA, IDENTIDADE E MOVIMENTOS SOCIAIS
Cultura e identidade. Identidade nacional. Identidades contemporâneas: gênero, sexualidade, religião, política. Etnicidade e processos de construção de identidades contrastivas e situacionais. Emergência étnica, política estatal e movimentos sociais.
DISCURSO E REPRESENTAÇÃO SOCIAL
Representação dos eventos sociais e dos atores sociais na pós-modernidade. Discurso da globalização e a mudança social na sociedade. Fragmentação da identidade. Cultura na sociedade pós-moderna. Tempo e espaço na modernidade. A condição pós-moderna. A ascensão do modernismo como força cultural. O glocal e os fatos sociais: língua, religião, arte, trabalho e festas.
EDUCAÇÃO, CULTURA E SOCIEDADE
Educação e cultura ¿ diferentes concepções no tempo e no espaço. Educação monocultural e desafios de práticas educativas pautadas na humanização, dialogicidade e emancipacão dos sujeitos. Arte na Educação: Interterritorialidade e interdisciplinaridade. Educação planetária, estruturada sob um Paradigma da Complexidade.
ESTUDOS PÓS-COLONIAIS
As lutas de libertação nacional e o estabelecimento, a partir dos intelectuais das ex-colônias, de um amplo debate sobre colonialismo e a resistência que atravessa disciplinas e temas diversos: história da ciência, crítica literária, antropologia do colonialismo, estudos culturais, sociologia decolonial, educação e comunicação popular. A disciplina aborda os clássicos que deram origem a esses debates.
ESTÁGIO E DOCÊNCIA NO ENSINO SUPERIOR II
Estrutura e Funcionamento do Ensino Superior. Diretrizes Curriculares Nacionais dos cursos de graduação. Políticas de avaliação do ensino superior: o ENADE e outros referenciais. A pesquisa como prática docente no ensino superior. A extensão como prática docente no ensino superior. Planejamento de ensino e aprendizagem. Estágio e docência no Ensino Superior: dialogando com as teorias e práticas. Regência no ensino superior.
INTERTEXTUALIDADE E ESTUDOS INTERARTES
Linguagem e representação. Signo (linguístico) e texto. Texto verbal e não-verbal. Intertextualidade(s). Abordagens semióticas das/nas artes (Tradução intersemiótica e ekphrasis). Comparatismo como perspectiva metodológica. Diálogos entre a literatura e outras artes. Estudos culturais e outros discursos transdisciplinares envolvendo textos em várias artes.
NARRATIVA, IMAGINÁRIO E CULTURA
Teorias da História, da Literatura e dos Estudos Culturais. Imaginário cultural sobre a Amazônia e narrativas de escritores com vínculo de nascimento na terra ou a partir do olhar do estrangeiro. Questões historiográficas, as fronteiras e os diálogos interdisciplinares, as narrativas escritas e orais que problematizam o campo disciplinar e a identidade nacional: versões oficiais e estudos de caso e categorias. Patrimônio imaterial e identidades coletivas a partir de movimentos de resistência e insurreições narrativas.
PATRIMÔNIO MATERIAL E IMATERIAL
Paradigmas teóricos e metodológicos sobre o conceito de Patrimônio. Reflexão sobre o lugar e as práticas da materialidade e imaterialidade nas relações sociais. História, memória e patrimônio. Intersecções entre Geografia e Turismo e os estudos do patrimônio. Patrimônio e Amazônia. Arte, museus e patrimônio.
TEORIA, HISTÓRIA DA ARTE
A Estética ou Filosofia da Arte e a História da Arte. A Estética no Mundo Grego (Sócrates, Platão e Aristóteles). A Estética em I. Kant e G. Hegel. A História da Arte Anônima de H. Wöllflin. O Materialismo Histórico e a História da Arte. A Psicologia na arte. A pós-modernidade na arte.
TÓPICOS EM CULTURA E LINGUAGENS ARTÍSTICAS
Reflexão sobre tópicos transversais mais significativos dos fenômenos artísticos da contemporaneidade. A produção artística analisada do ponto de vista estético e cultural imbricada às tensões políticas identitárias (gênero, etnia, grupos e comunidades), sociais (desigualdades de classes), ecológicas, assim como à inserção na indústria cultural e às contradições da arte dentro capitalismo contemporâneo.
TÓPICOS ESPECIAIS EM INTERDISCIPLINARIDADE
Diálogo entre disciplinaridade, multidisciplinaridade e pluridisciplinaridade. Diferentes tipos ou graus de interdisciplinaridade e de transdisciplinaridade. Contribuições da interdisciplinaridade no campo da ciência e do ensino. A formação interdisciplinar. A Arte como campo interdisciplinar. A cidade como espaço interdisciplinar.
CONTRA CORRENTE REVISTA DIGITAL - PPGICH
CONTRA CORRENTE REVISTA DIGITAL - PPGICH
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
Fundação de Amparo à Pesquisa no Estado do Amazonas
Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
Periódicos da CAPES
Curriculo Lattes
#
#
#
#
#
© Governo do Amazonas. Todos os direitos reservados.